Hospital de Olhos do Lions Clube em Palhoça recebe apoio da Secretaria de Saúde do Estado

O Hospital de Olhos do Lions de Santa Catarina ganhou mais um apoio no último mês que permitirá a conclusão da estrutura física do prédio em Palhoça que abrigará dois centros cirúrgicos, cinco consultórios e salas de exame para atender mais de 3.500 pessoas por mês de todo o Estado. Por meio de convênio com a Secretaria de Estado da Saúde, o Instituto Lions, que administra a obra e irá gerenciar o hospital quando estiver concluído, recebeu R$ 200 mil para compra de materiais de construção, cerâmico, elétrico, de telefonia e climatização.

Daniel Queiroz/ND

Unidade levará cinco anos para ficar pronta por ser construída com recursos de doações

O projeto do Lions Clube iniciou em junho de 2010 em um terreno cedido pela prefeitura do município e a previsão é que seja concluído no segundo semestre do próximo ano. Depois ainda será necessário equipar todo o hospital ao custo de R$2,5 milhões. Para isso os gestores pretendem contar com o apoio do Lions Clube Internacional. Se o instituto não conseguir equipar todo o hospital de uma vez, a ideia é ativar pelo menos um centro cirúrgico e dois consultórios.

A ideia da construção de um hospital de olhos é para atender as comunidades e municípios que não tem esse serviço ou encontram dificuldade no atendimento. As pessoas atendidas no futuro hospital serão aquelas que estiverem na fila do SUS. O trabalho será feito por meio de convênio com o SUS e com as secretarias municipais de saúde por meio dos Lions Clubes locais. “Quem mora em Palhoça e precisa de um oftalmologista hoje, por exemplo, precisa ir a Santo Amaro da Imperatriz para atendimento. Com o hospital poderemos atender todas essas pessoas”, disse o presidente do Instituto Lions, Ademir Martins,63.

1.500 associados trabalham em prol do hospital

Hoje a obra está na fase de acabamento interno. O projeto já foi aprovado nos padrões da vigilância sanitária. Os recursos para a construção do hospital vêm de campanhas do próprio clube, que já arrecadou cerca de R$800 mil, convênios e parceria com empresas privadas que fazem doações.

O Instituto Lions Clube, foi criado 2006, para gerenciar o projeto do hospital e dar suprimento material para o Distrito LD-9, que atende a 55 clubes instalados em 34 municípios de Santa Catarina. O clube já tem outros seis hospitais deste tipo no país e segundo o presidente, os convênios irão garantir a continuidade e manutenção dos trabalhos.

A referência do hospital em Santa Catarina será o Hospital de Olhos do Lions, de Passo Fundo, Rio Grande do Sul. “São 1.500 associados trabalhando em prol de outros. Trabalhamos pelo prazer de ajudar pessoas e pregar o companheirismo como costumamos falar”, disse Martins.

MIssão de levar visão para todos

Enquanto o hospital não fica pronto uma equipe de voluntários trabalha com uma unidade móvel que faz atendimentos por todo o Estado. São quatro ações durante o ano que acontecem desde 2011 e por meio do projeto já foram distribuídos mais de 1.000 óculos e atendidas a mais de 1.500 pessoas.

O hospital de olhos faz parte do programa “Visão para Todos” do Lions Clube Internacional que trabalha e com tratamentos no combate à oncocercose, uma doença que pode levar à cegueira, prevenção de outras doenças ligadas à visão e exames preventivos. A Associação Internacional de Lions Clubes nasceu por meio de um empresário de Chicago chamado Melvin Jones em 1917 em Chicago, EUA. Ele acreditava que os clubes comerciais locais deveriam expandir seus horizontes de preocupações puramente profissionais para o bem-estar das comunidades e do mundo como um todo.

Em 1925, a escritora e filósofa Helen Keller que tinha um tipo de cegueira irreversível, discursou na Convenção Internacional do Lions e desafiou os associados a se tornarem defensores dos cegos. Desde então, os Lions Clubes têm se envolvido ativamente no atendimento aos deficientes visuais.

SERVIÇO –

Início da obra: Junho de 2010

Previsão de conclusão e atendimento: 2° Semestre de 2015

Serviços: Dois centros cirúrgicos, Cinco consultórios e oito salas de exames

Média de atendimento/mês: 400 cirurgias, 3.000 atendimentos, 1.000 exames

Custo estimado da obra: R$2,5 milhões

Custo dos equipamentos: R$2,5 milhões

Valor investido até agora: R$1,3 milhão

Saiba mais: www.institutolionsld9.com.br

Fonte: http://ndonline.com.br/florianopolis/noticias/171784-hospital-de-olhos-do-lions-clube-em-palhoca-recebe-apoio-da-secretria-de-saude-do-estado.html

Anúncios

0 Responses to “Hospital de Olhos do Lions Clube em Palhoça recebe apoio da Secretaria de Saúde do Estado”



  1. Deixe um comentário

Obrigado por entrar em contato. Lions Clube Palhoça.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Junte-se a 3.401 outros seguidores

Twitter Lions Clube Palhoça

junho 2014
D S T Q Q S S
« maio   jul »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

Blog Stats

  • 42,201 visitas

%d blogueiros gostam disto: